Notícias Revista de imprensa
Os ciganos indesejados em França: "Os europeus começaram a expulsar-se uns aos outros?!". Cartoon de Glez, Le Journal du jeudi (Uagadugu).

França é fustigada pela imprensa europeia

Por toda a Europa se segue, de perto, o repatriamento de ciganos de França para a Roménia e a Bulgária, com um olhar cada vez mais crítico.

Publicado em 26 Agosto 2010 às 14:43
Os ciganos indesejados em França: "Os europeus começaram a expulsar-se uns aos outros?!". Cartoon de Glez, Le Journal du jeudi (Uagadugu).

Do lado romeno, oJurnalul national revolta-se com o facto de os países da Europa ocidental enviem “os seus ciganos e outros delinquentes” para o “caixote do lixo da Europa”, lembrando que já durante a Segunda Guerra Mundial a Roménia e a Bulgária acolheram os ciganos vítimas de deportações. O diário qualifica, por isso, o presidente francês Nicolas Sarkozy como “ovelha negra” da Europa, enquanto que para o seu concorrente, Evenimentul Zilei, “os ciganos são hoje as pessoas mais perigosas da Terra”, e exige “políticas públicas que saiam dos clichés habituais”, lembrando que, desde 28 de Julho, foram repatriados 681 ciganos para a Roménia, e mais de quatro mil desde o início do ano.

Segundo o WAZ EUobserver, o sítio consagrado às relações entre a EU e os países do sudeste da Europa, “os ciganos acolheram a notícia do início das expulsões de França com uma indiferença quase total que, por vezes, se transforma numa franca hostilidade em relação ao regresso de um grupo socialmente marginalizado”. “A expulsão dos ciganos põe a França no mesmo nível populista da Itália”, afirma o El País, porque coloca “o Estado de Direito ao serviço dos imperativos de líderes políticos e não ao serviço da igualdade e da justiça”.

Do lado francês, também não são meigos: o Libération fala de uma “França acusada” e afirma que “a imagem degradada da França de Sarkozy não é só uma imagem. É, também uma realidade tal qual é contada, dia após dia, pela Imprensa estrangeira”, de que o diário publica uma antologia nesta edição. Sem apelo, o Trouw afirma que a deportação dos ciganos “é absolutamente contrária ao espírito europeu da igualdade”, razão pela qual “a Comissão Europeia deve pedir explicações à França”. “Sarkozy é culpado de fraude nacional”, acrescenta o diário holandês, enquanto que para o austríacoDie Presse, a cimeira sobre imigração que Paris convocou para 6 de Setembro próximo “não é apenas um estalo na cara dos esforços feitos por Bruxelas para coordenar, a nível europeu, as políticas de imigração”. Levanta uma questão “um dos princípios base da EU: o direito dos cidadãos europeus viverem onde quiserem dentro do território da União. Os outros Estados membros deviam lembrá-lo a Paris, boicotando a cimeira, por exemplo”.

O Standard austríaco fustiga a hipocrisia dos media e dos Governos que hoje criticam Paris, lembrando o facto “de a França e de outros países europeus deportarem ciganos, desde há anos, estar documentado por publicações do Centro Europeu para os Direitos dos Ciganos.” De facto, resume o semanário alemão Freitag, “toda a actuação de Sarkozy não passa de um bluff político”, com o qual procura “aumentar as possibilidade de ser reeleito em 2012.” “Um golpe mediático com efeito boomerang”, conclui a Spiegel, porque até mesmo a Imprensa conservadora denúncia uma “manobra tática”.

Newsletter em português
Tags

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico