Detenção de José Sócrates em Portugal

“Investigação à procura provas de corrupção”

Publicado em 24 Novembro 2014 às 09:57

Cover

O antigo primeiro-ministro português (2005-2011), José Sócrates, foi detido no dia 21 de novembro no aeroporto de Lisboa por suspeitas de fraude fiscal, branqueamento de dinheiro e corrupção, informa o Jornal de Notícias.
A detenção do antigo chefe do Governo socialista deixou o país em estado de choque, que acabara de ser abalado por um caso de corrupção ligado à atribuição de vistos dourados a investidores estrangeiros.
Segundo o diário, o alerta terá sido dado pela Caixa Geral de Depósitos, que denunciou transferências de dinheiro para a conta de José Sócrates incompatíveis com os rendimentos declarados por este último ao fisco.
Num comunicado publicado no sábado, a Procuradoria-Geral da República também confirmou a detenção de três pessoas próximas de Sócrates: o empresário Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o motorista do antigo primeiro-ministro, João Perna.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico