“Não há que chorar, não há que ter medo”

Publicado em 19 Setembro 2013 às 09:33

Cover

É citando estes versos que o jornal Eleftherotypia presta homenagem ao rapper e militante antifascista Pavlos Fyssas, assassinado na noite de 17 para 18 setembro por um militante do partido de extrema-direita Aurora Dourada.

O diário fala de um “crime político” e noticia que vários milhares de pessoas se manifestaram no bairro de Kerastini, no Pireu, onde Fyssas, de 34 anos, foi mortalmente esfaqueado. A polícia interveio com gás lacrimogéneo e canhões de água e prendeu 23 pessoas.

Houve igualmente manifestações noutras cidades do país, paralelamente àquelas que marcaram uma greve do setor público contra o despedimento de funcionários.

O Governo estuda agora meios para reprimir a Aurora Dourada, que tem vários deputados alvos de processos por violência e diversos membros que estão na origem de muitos ataques contra imigrantes.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico