Estrangeiros na Europa

Um mapa das cidades com mais habitantes nascidos noutro país

Publicado em 18 Julho 2015 às 08:48

Salvo em casos excecionais, como o do Luxemburgo, na maioria dos países europeus a percentagem de pessoas nascidas no estrangeiro é inferior a 20% da população total. Além de apresentar a taxa da população imigrante de cada país, este mapa mostra a percentagem de imigrantes em determinadas grandes cidades europeias. Ao contrário de muitos outros estudos sobre a imigração, neste caso não é feita qualquer diferença entre a imigração intra ou extra comunitária.
A percentagem de imigrantes nas cidades tende a ser mais elevada que a média nacional, sobretudo no centro e norte da Europa. Em termos absolutos, Londres é de longe a cidade europeia mais cosmopolita: mais de um terço dos seus habitantes, cerca de 3 milhões de pessoas, nasceram num país que não o Reino Unido. Em termos relativos, entre as cidades consideradas, Lausana é a que tem a taxa de imigrantes mais elevada: 42% da população.
Este mapa foi publicado pela The Atlantic, que retomou uma pesquisa realizada pelo LSE Cities, o centro de pesquisa sobre fenómenos urbanos da London School of Economics.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico