Europa é rainha do desperdício

Publicado em 20 Janeiro 2012 às 12:33

Na Europa, perde-se cerca de 50% dos alimentos comestíveis e saudáveis “nas várias fases de processamento, entre a produção e o consumidor final”, refere El País. Isto representa, em média, “500 g pessoa/dia, com grandes variações dependendo do país e do setor”, acrescenta o diário madrileno, citando um relatório da Comissão Europeia sobre desperdício alimentar, discutido a 19 de janeiro no Parlamento Europeu.

Embora não seja vinculativo e a CE tenha a última palavra, o debate poderá servir como um “grito de alerta”, adianta El País. Cada europeu desperdiça anualmente

... 179 kg de alimentos comestíveis e saudáveis [...] sendo a maior parte desperdiçada em casa, cerca de 42% (dos quais 60% aparentemente evitável). Os produtores vêm imediatamente a seguir (39%), o setor de catering depois (14%) e, no fim da escala, os distribuidores (5%).

Atendendo a que 16 milhões de europeus recebem ajuda de instituições de beneficência, o relatório solicita que se

... redistribuam pelos mais pobres os restos de comida que vão para o lixo.

Este relatório, da autoria do eurodeputado socialista italiano Salvatore Caronna solicita à Comissão Europeia que promova medidas para diminuir o desperdício como, por exemplo, rotulagem com data dupla [prazo de venda e prazo limite de consumo] e descontos em géneros alimentícios danificados ou perto do fim do prazo de validade.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico