“Mais uma concessão em matéria de impostos”

Publicado em 10 Outubro 2013 às 10:46

Cover

O Conselho Federal suíço autorizou, a 9 de outubro, a Suíça a assinar a convenção entre a OCDE e o Conselho da Europa sobre assistência administrativa mútua em matéria fiscal, noticia o Neue Zürcher Zeitung.
Subscrita por 56 países, a convenção prevê, entre outras coisas, a troca de dados bancários quer mediante pedido quer espontaneamente.
Para a Suíça, esta adesão significa que, a partir de agora, o país pode avisar espontaneamente as autoridades fiscais dos países subscritores da convenção se suspeitarem que uma conta bancária na Suíça é fruto de fraude fiscal.
Até aqui, Berna só fazia troca de dados bancários com os parceiros económicos mais importantes.
Doravante, também pode lutar contra a fraude fiscal juntamente com os outros países que subscreveram a convenção, como a Moldávia ou o Gana. Segundo as estimativas, há em contas suíças cerca de 360 mil milhões de euros não declarados provenientes de países em desenvolvimento.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico