“O filho frágil – A falência da política da família”

Publicado em 4 Fevereiro 2013 às 14:59

Cover

Com 200 milhões de euros por ano, a Alemanha é o país europeu que mais gasta em ajudas à família. Mas apesar desse esforço, a taxa de natalidade continua a baixar.

Um estudo do Governo mostra que essas ajudas são desperdiçadas, explica o jornal, segundo o qual seria preciso investir sobretudo em locais onde deixar as crianças e em políticas educativas.

“Trata-se de uma reviravolta tão radical como as reformas do mercado de trabalho da Agenda 2010”, durante o Governo do chanceler social-democrata Gerhard Schröder, escreve a revista.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico