“Obama luta pelo seu legado político”

Publicado em 5 Setembro 2013 às 10:45

Cover

Durante a sua visita a Estocolmo – a primeira à Suécia de um Presidente americano em exercício –, a 4 de setembro, Barack Obama alterou a agenda inicial das conversações, centradas no clima e nas novas tecnologias, para discutir essencialmente a Síria, na véspera do G20 de São Petersburgo.

Numa declaração comum saída de um jantar, Obama e os chefes de Estado dos governos dos países nórdicos (Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia) afirmaram que a comunidade deve assumir as suas responsabilidades perante a situação na Síria.

Para o Svenska Dagbladet,

a aparição de Obama em Estocolmo dirigiu-se mais ao mundo do que ao seu anfitrião. Mudou de opinião sobre a questão da Síria e defendeu que agir é um imperativo moral. [O primeiro-ministro sueco, Fredrik] Reinfeldt disse, uma vez mais, que é essencial o apoio da ONU para uma intervenção na Síria.

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico