Primeiras páginas de hoje

Publicado em 23 Agosto 2012 às 09:23

Durante o seu encontro com o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, em Atenas, o presidente o Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, garantiu o seu apoio à Grécia, com a condição daquele país sanear as suas finanças. Juncker confirmou que não será tomada nenhuma decisão sobre o pedido grego de um adiamento suplementar de dois anos para atingir o equilíbrio orçamental antes de a troica UE-FMI-BCE tornar públicas as suas conclusões, no próximo mês de setembro.

Cover

Apoio e recomendações estritas – To Ethnos

Numa entrevista a este diário sobre o seu encontro com Samaras, Juncker afirma que “a Grécia deve fazer um esforço suplementar para consolidar o seu orçamento”, dizendo ser “completamente contra uma saída da Grécia do euro”.

Cover

Mediação delicada em Atenas – Luxemburger Wort

Numa entrevista publicada na véspera da sua deslocação a Berlim, o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras afirma que garante “pessoalmente” os compromissos da Grécia. Anuncia novas reformas – essencialmente privatizações – e pede um adiamento para a adoção do novo plano de austeridade.

Cover

“Os alemães serão reembolsados” – Süddeutsche Zeitung

A 22 de agosto, Angela Merkel esteve de visita a Chișinău, onde garantiu aos moldavos o apoio da Alemanha aos seus esforços para integrarem, em breve, a União Europeia. A chanceler alemã evocou, por enquanto, o projeto de acordo de associação e de trocas livres e encorajou a Moldávia a continuar as suas reformas, sobretudo no que se refere à luta contra a corrupção.

Cover

“O destino dos países está nas mãos dos seus povos!” – Timpul

O ex-governador da Boémia Central deverá continuar preso. Preso preventivamente desde 14 de maio por desvio de fundos, Rath não conseguiu juntar os 14 milhões de coroas (560 mil euros) para pagar a caução exigida pelo tribunal para sair em liberdade. Assim, o ex-governador propôs testar a pulseira eletrónica e ficar em prisão domiciliária.

Cover

David Rath – Entrevista na prisão – Mladá Fronta DNES

Atingida pela crise, Espanha bateu o seu recorde de turismo em julho: 7.7 milhões de estrangeiros visitaram o país – mais 328 mil do que no mesmo mês de 2011 – perfazendo um total de 32.8 milhões de turistas este ano. Britânicos, franceses e alemães estão no topo da lista de visitantes, sendo 54,4% do total dos turistas que visitam Espanha. O novo recorde deve-se parcialmente à desvalorização do euro em relação à libra e ao dólar.

Turismo aguenta-se – Cinco Días

Tony Nicklinson, que sofria de paralisia total, perdeu, na semana passada, o seu combate contra o Supremo Tribunal britânico para obter o direito da assistência de um terceiro para pôr fim aos seus dias. Morreu em casa, depois de ter contraído pneumonia. O caso deste homem de 58 anos, vítima do “síndroma do encerramento”, suscitou um debate em torno do direito dos doentes em fase terminal poderem pôr fim á sua vida.

Cover

Militante do direito a morrer encontra a vitória na morte – The Times

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!