Primeiras páginas de hoje

Publicado em 13 Setembro 2012 às 10:00

O diário polaco cita o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, no seu discurso sobre o estado da União, proferido ontem. Barroso usou uma frase do seu antecessor, Jacques Delors: “Na sua [de Delors] época, os europeístas sabiam que caminho seguir. Hoje, não têm sequer a certeza de entenderem bem o lema 'Mais Europa', repetido perante os cidadãos como a única receita de restabelecimento económico”, escreve a "GW".

Cover

Barroso: Europa, não receies uma federação – Gazeta Wyborcza

“Holanda recusa partidos de protesto e escolhe novamente o centro”: nas eleições legislativas, os liberais do primeiro-ministro Mark Rutte conseguiram 41 (dos 150) lugares na Segunda Câmara e os trabalhistas de Diederik Samsom elegeram 39. “Estão, agora, condenados um ao outro, para formarem Governo”, escreve o diário. Os populistas de Geert Wilders obtiveram apenas 15 lugares, tal como os socialistas de Emile Roemer.

Cover

O centro está de volta – De Volkskrant

O Tribunal Constitucional alemão validou o Mecanismo Europeu de Estabilidade, na condição de o Parlamento alemão autorizar qualquer aumento do fundo. Esta decisão é “saudada por partidários e opositores” do euro e “reforça a ação da chanceler” Merkel, escreve o jornal.

Cover

Juízes desbloqueiam milhões para o euro – Berliner Zeitung

A casa mãe da Airbus está a negociar uma fusão com a britânica BAE Systems. A nova empresa, controlada em 60% pela Airbus e em 40% pela BAE, terá um capital de 73 mil milhões de euros repartidos entre civis e militares e empregará 225 mil pessoas, “muito mais do que a Boeing e a Lockheed Martin, os dois líderes americanos”, escreve o diário económico francês.

Cover

Fusão gigante da EADS para ultrapassar a Boeing – Les Echos

Depois de ter apresentado um severo relatório sobre a situação política na Roménia, a 12 de setembro, no Parlamento Europeu, a comissária europeia da Justiça, dos Direitos Fundamentais e da Cidadania, Viviane Redding, foi chamada à parte por eurodeputados romenos que chegaram a acusá-la de estar vestida com um casaco cor de laranja, a cor do partido Traian Băsescu. “A UE tomou partido na guerra política que devasta Bucareste, apoiando abertamente o presidente suspenso”, garante o diário, favorável ao primeiro-ministro Victor Ponta, que tentou, em vão, destituir Băsescu.

Cover

Jurnalul Naţional

O semanário conservador ironiza a greve de fome iniciada pelo antigo primeiro-ministro socialista Ferenc Gyurcsány, diante do Parlamento húngaro, para protestar contra o projeto de reforma do sistema eleitoral. Os eleitores deixam de estar inscritos automaticamente nos cadernos eleitorais e passam a ter de ser eles próprios a inscrever-se. Gyurcsány afirma que isso vai privar muitos cidadãos da possibilidade de participarem nas próximas eleições legislativas previstas para 2014.

Cover

Começou a fábrica de histeria – Heti Válasz

Vinte e três anos depois de 96 adeptos do Liverpool terem morrido esmagados no estádio de Hillsborough em Sheffield, foi publicado um relatório muito duro. Uma comissão independente concluiu que 41 vítimas poderiam ter sobrevivido se tivessem recebido o devido socorro. Também é apontado o dedo às forças policiais de South Yorkshire por terem sistematicamente encoberto a atuação dos oficiais da polícia e terem participado numa operação difamatória, culpando os adeptos por estarem bêbados e serem violentos.

Hillsborough, finalmente a verdade – The Independent

É uma organização jornalística, uma empresa, uma associação ou uma fundação? Consulte os nossos serviços editoriais e de tradução por medida.

Apoie o jornalismo europeu independente.

A democracia europeia precisa de meios de comunicação social independentes. O Voxeurop precisa de si. Junte-se à nossa comunidade!

Sobre o mesmo tópico